setembro 04 2013 0comment

Artrose de ombro

A osteoartrose (também chamada de artrose ou osteoartrite) é a degeneração da superfície cartilaginosa de uma articulação. A articulação, que normalmente deve ser congruente, bem lubrificada e com as superfícies lisas, possibilitando movimentos suaves, torna-se doente e incongruente.
Os principais sintomas são dor e dificuldade para realizar os movimentos. Nos casos mais graves, a dor pode ser constante e não aliviar com medicamentos, e movimentos como levar a mão à nuca ou nas costas pode ser impossível.
Geralmente, o único exame necessário é a radiografia (raio-X). Em algumas situações, a tomografia, ressonância ou ultrassom podem ser solicitados
A artrose não tem cura, e todas as medidas empregadas visam evitar a progressão e aliviar os sintomas.

O tratamento inicial é o não cirúrgico. Remédios para dor (anti-inflamatórios e analgésicos) e fisioterapia são os métodos mais utilizados. Algum paciente tem melhora dos sintomas com os chamados condroprotetores (os mais utilizados são a condroitina e a glucosa mina), remédios que tentam melhorar a qualidade da cartilagem. O tratamento não cirúrgico deve ser tentado por um mínimo de 3 a 6 meses.
Quando as medidas acima não surtem efeito, e a dor e limitação dos movimentos atrapalham muito as atividades do dia-a-dia, indica-se a cirurgia. A técnica mais empregada é a artroplastia (também chamada de prótese), onde a articulação doente é substituída. A prótese tem diversas variáveis dependo da idade do paciente e das lesões associadas