setembro 04 2013 0comment

Fratura da Clavícula

A clavícula é um osso presente no esqueleto humano que liga os membros superiores ao tronco. Ele conecta o esterno (osso do peito) ao ombro (escapula).

A clavícula pode ser fraturada em três locais diferentes:

Terço médio – a porção média da clavícula, que é o local mais comum de fratura da clavícula;
Terço distal – a extremidade da clavícula que se liga ao ombro;
Terço medial – a extremidade da clavícula que se liga ao esterno.
Uma fratura da clavícula é causada por trauma no osso da clavícula.
O trauma é geralmente causado por:
Golpe direto na clavícula
Queda sobre o braço estendido
Recém-nascidos pode quebrar uma clavícula durante a passagem pelo canal de nascimento
Entre os sintomas estão:

Dor,  frequentemente intensa
Ombro arqueado, para baixo e para frente
Incapacidade de levantar o braço por causa da dor
Uma saliência ou deformidade visível no local da fratura
Sensibilidade e inchaço da área afetada

Para o diagnóstico médico lhe perguntará sobre seus sintomas, atividade física e como a lesão ocorreu. A área lesionada será examinada e radiografada.

No tratamento incruento de fratura da clavícula, é usada a imobilização em forma de oito e/ou tipóia para estabilização da fratura, revendo a imobilização durante todo o tratamento.

O tratamento cirúrgico pode ser indicado quando houver um grande desvio entre os fragmentos maior que 1 cm (diástase óssea) ou quando, entre os fragmentos proximal e distal houver um terceiro fragmento em posição vertical. A cirurgia consiste na colocação de pinos intramedulares ou placas com parafusos para fixar os fragmentos.

A reabilitação (fisioterapia) é muito importante para sucesso do tratamento